Devido ao lançamento do novo e quinto álbum American Candy, a banda vem dando entrevistas sobre como foi o processo de criação, as músicas, turnês e muito mais. Confira mais uma dessas entrevistas feitas com John para o blog de música RARAsFarm.

Cretin: Já se passaram mais ou menos dois anos desde o Forever Halloween e 18 meses desde o Imaginary Numbers. Vocês estiveram acumulando músicas desde então ou essa é uma atividade mais concentrada? 

John O’Callaghan: No último álbum, nós entramos no estúdio com 26 músicas, que reduzimos a 13 que acabaram entrando no álbum.

Cretin: 26 músicas: Isso é agressivo. 

John O’Callaghan: Foi muita coisa. Nesse lançamento, nós quisemos fazer um álbum mais conciso. Eu trouxe cerca de oitenta peças em demo, as quais nós facilmente reduzimos. Na pré-produção, nós as reduzimos para doze músicas. Depois, quando fomos para o estúdio, Pat gravou a bateria de todas as doze. Nós eliminamos duas depois que a gravação estava completa. Isso nos deu quatro semanas para gravar as dez que sobraram.

Cretin: Qual é o processo de criação das músicas? Todos vocês vão às sessões com ideias? Todos colaboram?

John O’Callaghan: Eu normalmente levo as demos e então nós trabalhamos em cima delas como um grupo. Não progredimos muito se simplesmente entrarmos em uma sala e tocarmos no improviso. Somos muito dispersos.

Cretin: E quanto à ordem e o posicionamento das músicas, isso é importante para a banda?

John O’Callaghan: Isso é muito importante para nós. Nós estamos fazendo um álbum, não simplesmente um grupo de canções separadas. Organizar a ordem das músicas para o American Candy foi bem fácil, na verdade. Antes de deixarmos Joshua Tree, nós tiramos uma noite e cada um de nós pegou as faixas e as organizou individualmente em listas. Quando terminamos, nós comparamos e entramos em um consenso.

Cretin: É muito reconfortante ouvir isso, tem tantos artistas atualmente que abandonaram o conceito de álbum… 

John O’Callaghan: Eu sou um fã de álbuns e nós queríamos criar um álbum onde as músicas se completassem. Você vai ouvir que algumas coisas fluem e se acalmam bem de uma música para outra… É bom ver o ressurgimento do vinil. A pré-venda desse álbum em vinil se esgotou na primeira remessa e tivemos que fazer uma segunda prensagem.

Cretin: Então, falando em rock das antigas, me fale sobre a referência à banda X e a sua música “Los Angeles” em “Miles Away”?

John O’Callaghan: A música inteira é sobre uma viagem que eu fiz logo antes de começar a escrever o álbum. Eu fui à São Francisco para o festival Outside Lands. Eu estava empolgado para ver Tom Petty e eu saí com os meus amigos, um pouco bêbados, e ainda toquei um pouco. Enquanto eu estava lá o meu amigo me apresentou a banda The XX e aquele álbum se tornou um dos meus favoritos.

Cretin: Você tem uma música preferida no American Candy ou alguma com um significado um pouco mais pessoal?

John O’Callaghan: Pode parecer clichê, mas tudo tem um significado pra mim. Isso pode mudar quando nós começarmos a tocá-las ao vivo e depois de ver a reação dos nossos fãs e amigos após ouvirem o álbum.

Cretin: Você pode nos dizer um pouco sobre o evento de 24 horas no dia 31 de março, dia do lançamento? Os seus fãs deveriam se programar para ficar o dia inteiro online?

John O’Callaghan: É uma maneira divertida de retribuir nossos fãs. Permitir que os fãs apaixonados vivenciem a empolgação de lançar um álbum e se sentirem parte disso. É duro ficar acordado 24 horas. Nós acabamos de gravar um clipe e eu ainda estou me recuperando, então eu não sugeriria isso.

Cretin: Você tem algo a declarar para finalizar, já que estamos nos preparando para o lançamento?

John O’Callaghan: As coisas estão incríveis para a gente agora e eu gostaria de agradecer a todo mundo que comprou esse álbum na pré-venda, basicamente uma extravagância, depois de terem ouvido apenas duas músicas.

Cretin: Para fechar, vocês estão saindo em uma turnê nos Estados Unidos, com o apoio de Real Friends, Knuckle Puck e The Technicolors. Quando vai começar? Chegará até a Flórida?

John O’Callaghan: Começará em aproximadamente uma semana e o legal é que a turnê do American Candy começa aqui no Arizona, a aproximadamente 15 minutos de casa, dirigindo. É uma turnê de seis semanas, chegaremos à Flórida no final.

Fonte.