Garrett explicou em um post no Facebook como ocorreu o pequeno incidente com fogo no ônibus da banda na madrugada do dia 22 de junho em Chicago. Veja o relato traduzido:

Chicago, Chicago, Chicago… Eu amo você, mas você pode nos machucar bastante! Parece que temos um pouco de azar quando estamos lá. Em uma turnê alguns anos atrás a maior parte do dinheiro que ganhamos em toda a turnê foi roubada do nosso quarto de hotel (éramos jovens e burros). Parecíamos ter aprendido com essa experiência e começamos a colocar dinheiro no banco. Deus, nós éramos idiotas.

As coisas mais assustadoras da vida são as coisas que você não pode controlar. Esta experiência em Chicago pode ser colocada nessa categoria. Nós tínhamos dois shows esgotados no Bottom Lounge e saímos para comemorar no bar perto do local. Eu estava me sentindo muito cansado, então Dirk e eu voltamos para o ônibus, onde Pat já estava dormindo. Assim que abrimos a porta sentimos um cheiro muito estranho. Eu realmente não tinha ideia do que era aquilo, eu pensei que alguém tinha quebrado uma garrafa de uísque. Era um cheiro extremamente amargo e tóxico. Imediatamente corri para acordar Pat, porque eu sabia que não deveríamos estar respirando em meio a esse cheiro. Pouco depois que Max e Chris (empresários da turnê) chegaram nós voltamos para o ônibus para tentar encontrar o cheiro. Começamos a procurar onde o cheiro estava mais forte. Na área perto dos beliches estava quase impossível de respirar. Então começamos a desligar todos os aparelhos eletrônicos em cada beliche. Dirk gritou pra mim dizendo que o cheiro estava mais forte no meu beliche. Nós levantamos a minha cama e uma onda de fumaça encheu a sala. Eu gritei pedindo o extintor de incêndio para Chris. Esta é a hora quando tudo fica um pouco embaçado. Eu lembro de tentar apagar o fogo e de puxar a minha cama pra fora do ônibus mas tudo aconteceu muito rápido. O ônibus parecia uma bomba explodindo. Fumaça estava por toda parte e parecia a morte. O fogo queimou o meu colchão inteiro e a maioria das coisas no meu beliche. Os bombeiros vieram mas como já tínhamos apagado o fogo eles foram embora. Eu estou tão feliz que voltamos na hora que voltamos porque se tivéssemos esperado mais 10 minutos, não teríamos tanta sorte…

Nosso incrível motorista, Jim, passou a noite inteira procurando por o que causou o fogo e limpou tudo.Depois de procurar, ele encontrou um fio exposto que causou fogo debaixo do meu beliche devido à eletricidade. Foi um acidente. Eu estou muito feliz de que nada pior aconteceu.

Bem, aqui está a história para quem queria saber. Espero não ter preocupado ninguém! Muito obrigado pelos dois incríveis shows, Chicago! Eu nunca vou esquecer o quão quente vocês estavam no palco e no ônibus!

– Garrett