Feel the moment all around you
And the quiet that surrounds you
The time you have is sacred
Don’t wait around and waste it
They can’t take that away from you
Everything is temporary
Even the sorrow that you carry
So tell me, are you ok?
You say you are ok
I’m ok now I’m with you

‘Cause you don’t plan life, you live it
You don’t take love, you give it
You can’t change what is written
So when fate cries, you listen

And flowers on the grave
Of the child that I used to be

It was summer when you told me
That you loved me by the oak creek
My ears had never heard that
Tongue forgot the words and
Feet forgot the earth, it’s true

‘Cause you don’t plan life, you live it
You don’t take love, you give it
You can’t change what is written
So when fate cries, you listen

And flowers on the grave
Of the child that I used to be

You don’t plan life, you live it
You don’t take love, you give it
You can’t change what is written
So when fate cries, you listen

You don’t plan life, you live it
You don’t take love, you give it
You can’t change what is written
So when fate cries, you listen

And flowers on the grave
Of the child that I used to be

Everything is temporary
[Repeat to end of this part]

And flowers on the grave
Of the child that I used to be
And flowers on the grave
Of the child that I used to be
And flowers on the grave
Of the child that I used to be
And flowers on the grave
Of the child that I used to be

I was on the verge of breaking down
Then you came around
I was on the verge of breaking down
Then you came around
I was on the verge of breaking down
Then you came around
I was on the verge of breaking down
Then you came around
I was on the verge of breaking down
Then you came around
I was on the verge of breaking down
Then you came around
I was on the verge of breaking down
Then you came around
I was on the verge of breaking down
Then you came around

Sinta o momento ao seu redor
E o silêncio que te rodeia
O tempo que você tem é sagrado
Não espere e desperdice
Eles não podem tirar isso de você
Tudo é temporário
Até mesmo a tristeza que você carrega
Então me diga, você está bem?
Você diz que está bem
Estou bem agora, estou com você

Porque você não planeja a vida, você vive
Você não aceita amor, você dá
Você não pode mudar o que está escrito
Então, quando o destino chora, você escuta

E flores no túmulo
Da criança que eu costumava ser

Era verão quando você me disse
Que você me amava, no riacho de carvalho
Meus ouvidos nunca ouviram aquilo
A língua esqueceu as palavras e
Os pés esqueceram a terra, é verdade

Porque você não planeja a vida, você vive
Você não aceita amor, você dá
Você não pode mudar o que está escrito
Então, quando o destino chora, você escuta

E flores no túmulo
Da criança que eu costumava ser

Você não planeja a vida, você vive
Você não aceita amor, você dá
Você não pode mudar o que está escrito
Então, quando o destino chora, você escuta

Você não planeja a vida, você vive
Você não aceita amor, você dá
Você não pode mudar o que está escrito
Então, quando o destino chora, você escuta

E flores no túmulo
Da criança que eu costumava ser

Tudo é temporário

E flores no túmulo
Da criança que eu costumava ser
E flores no túmulo
Da criança que eu costumava ser
E flores no túmulo
Da criança que eu costumava ser
E flores no túmulo
Da criança que eu costumava ser

Eu estava à beira de quebrar
Então você veio ao redor
Eu estava à beira de quebrar
Então você veio ao redor
Eu estava à beira de quebrar
Então você veio ao redor
Eu estava à beira de quebrar
Então você veio ao redor
Eu estava à beira de quebrar
Então você veio ao redor
Eu estava à beira de quebrar
Então você veio ao redor
Eu estava à beira de quebrar
Então você veio ao redor
Eu estava à beira de quebrar
Então você veio ao redor